Print This Page

Comunidade São Cristóvão

Bairro Gaspar Grande
Dia do padroeiro: 16 de maio
Data de fundação: 02/05/1984

A nossa comunidade iniciou-se com encontros de famílias através de grupos de reflexão e se reuniam a cada três meses para a Santa Missa na Escolinha do Gaspar Grande. Em outubro de 1975, Frei Elzeário Schmitt chegou nesta escola e perguntou ao saudoso Professor Mario Nuss se a comunidade gostaria de celebrar todos os meses uma Missa. Prontamente foi aceita a ideia e combinaram, então, de celebrar no terceiro domingo de cada mês, às 15 horas.

O espaço era pequeno, uma escolinha de madeira não acomodava a todos e, no verão, era muito quente. Mesmo assim, as famílias participavam em grande número. Aos poucos foram se formando as equipes de liturgia para auxiliar nas celebrações. No mês de novembro do mesmo ano foi enviado o primeiro ministro da Eucaristia, Sr. Mario Nuss (em memória), e entre os anos de 1980 a 1982 iniciou-se a celebração do culto dominical e catequese.

Mas como o local era muito pequeno, um grupo de pessoas reuniu-se com a ideia de formar uma comunidade. Com isso, no dia 2 de maio de 1984, nessa mesma escola, formou-se o primeiro conselho pastoral, com sete integrantes.

Após várias reuniões com a ajuda dos freis e das famílias, foi escolhido São Cristóvão como Padroeiro, mas ainda faltava o local para a sede da Comunidade. Foi por meio do sempre lembrado Pedro Antônio Schnaider e Blondina B. da Silva que foram até a Dona Emília Theiss e seu filho ValmorTheiss para conversar sobre a doação do terreno.Ela não teve dúvida e doou aproximadamente 9000 m² (nove mil metros quadrados de terra) para construção do Centro Comunitário.

Neste mesmo ano, no dia 29 de julho de 1984, era realizada a primeira festa de São Cristóvão com a Santa Missa em honra ao Padroeiro, celebrada pelo Bispo Dom Carlos Schmitt. A partir daí, a comunidade foi crescendo ano a ano e criou-se Clube de Mães, Grupo de Idosos. Vários ministros, catequistas e pessoas em geral se trabalharam pela Comunidade.

Inicialmente, com a ajuda de todas as famílias, foi construído um galpão  dentro uma pequena capela. Mas o sonho de toda a comunidade era a construção da Igreja de São Cristóvão. Assim, a comunidade, animada, se uniu por este objetivo. Foram feitas muitas reuniões para tomar as decisões necessárias e não faltaram luta lutas, angústias e alegrias. Então, em 29 de outubro de 2000, foi feito o lançamento da pedra fundamental da igreja com a missa celebrada por Frei Ângelo. Em seguida foi feita a terraplenagem ao lado do galpão da comunidade, onde seria construída a Igreja. Após a bênção do terreno, com a presença do Conselho Pastoral e toda comunidade, começou a construção. No decorrer deste caminho, houve encontros, desencontros, ajudas e doações de diversas formas.

Nossas feitas sempre nos deram um bom retorno, pois, nossa comunidade se une muito nestas ocasiões e todos tinham um mesmo objetivo, que era a construção da tão sonhada Igreja. Foi um pouco mais de uma década de esforços de todos, mas valeu porque o sonho se realizou no dia 10 de abril de 2011, às 09h30, com a primeira missa celebrada na Igreja recém-construída pelo pároco Frei Germano Guesser. Foi um momento de muita alegria e emoção para a comunidade. A partir desta data, nos reunimos todos os finais de semana para celebrações e missas.

A cada ano percebemos o crescimento de nossa comunidade. Temos casais frequentadores de pastorais e movimentos como o cursilho, Movimento de Irmãos e Pastoral da Sobriedade. Mas o que nos deixa felizes é que a comunidade como um todo é muito unida e calorosa com os que por aqui passam. Nas festas do Padroeiro se forma um verdadeiro batalhão, onde nos concentramos no Tríduo e fora dele para fazermos uma festa que está se tornando uma das maiores de Gaspar.