Paróquia São Pedro Apóstolo - Gaspar, SC

Artigos e reflexões › 01/06/2020

Vida de oração: muito além das palavras

Em várias passagens, os evangelistas mostram que Jesus rezava com frequência. Só isso já seria suficiente para mostrar a importância da oração. No Catecismo da Igreja Católica, o parágrafo 2561 nos ensina que “a oração é o encontro entre a sede de Deus e a nossa. Deus tem sede de que nós tenhamos sede dele”.

Tem uma frase de santo Antônio Maria de Ligório que diz o seguinte: “Quem reza se salva, quem não reza se condena”. Santo Antônio Maria de Ligório (bispo e doutor da Igreja, nasceu na Itália em 1696 e é o patrono dos confessores e teólogos da doutrina moral. Escreveu 123 obras sobre espiritualidade e teologia.

Podemos rezar de várias formas: recitando orações conhecidas como o Pai nosso e a Ave Maria, ou com orações espontâneas. Mas acredito que a vida de oração vai além das palavras, que  nos ajudam a entrar em comunhão com o Criador, a entender o que está acontecendo em nossas vidas e quais seriam os planos de Deus para nós. A oração nos traz a inspiração do Espírito Santo, que nos auxilia em todas as nossas decisões.

Rezar também é o nosso gesto, a nossa atitude que ajuda a promover o bem, a levar esperança para os necessitados. Oração também é ação.

Durante sua vida pública, Jesus percorreu várias localidades levando a esperança, curando os doentes e anunciando a salvação.

Deus não nos quer parados, nos quer em movimento, que sejamos “uma igreja em saída”, como disse o papa Francisco.

Rezemos para a nossa salvação, com ações de amor, de solidariedade e de ajuda ao próximo.

*Com informações de Aleteia.

X