Destaque 1, Destaque 2, Notícias › 03/07/2017

Print This Post

Missa de Dom Rafael

E viva São Pedro!

Neste domingo, 02 de Julho, a Igreja do Brasil celebra a solenidade de São Pedro e São Paulo, e em Gaspar (SC) é celebrada uma das maiores festas do Vale do Itajaí. Em sua 167ª edição, a Festa de São Pedro Apóstolo teve seu ápice nesta manhã, quando o Bispo de Blumenau Dom Rafael Biernaski presidiu a celebração em louvor ao padroeiro da paróquia.

Logo ao chegar para a celebração, não era difícil se encantar com o primor com que foi ornamentada a Igreja. Na procissão de entrada, todos os Festeiros deste ano adentraram a Igreja carregando velas acesas e foram aplaudidos pelos presentes como forma de gratidão pelo trabalho dedicado à Festa.

Cada comunidade da Paróquia esteve representada com a imagem de seus padroeiros; trazida em um pequeno barquinho. A celebração foi contemplada pelo coral Santa Cecília e tocada pelo Grupo Musical São Pedro, ambos pertencentes à comunidade paroquial.

A missa ainda foi concelebrada por Frei Paulo Moura, Frei Carlos Ignácia, Frei Lindolfo Jaspers e por Frei César Külkamp. Estiveram presentes na celebração o senador da República, Dalírio Beber, o atual prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall e o atual prefeito de Blumenal, Napoleão Bernardes, dentre outras autoridades civis e religiosas. Destacou-se a presença da Pastoral do Surdo que traduziu toda a celebração aos presentes.

Dom Rafael recordou através da homilia o tema da Festa de São Pedro: “Com São Pedro, celebrar o Ano Mariano e a Mãe Aparecida”. Citou que Maria é exemplo de serviço e dedicação ao próximo. Disse ainda que Pedro tinha a expectativa de que o Messias seria um líder de poder, porém, “o poder de Jesus é tornar-se servidor de todos” – apontou. E esse encontro com Jesus servidor transformou a vida daquele pescador,

Quem é Jesus para mim? Na minha existência, quem é esse Filho do homem?” – provocou. “O encontro de Pedro com o amor de Jesus o transformou e tudo o que ele faz é iluminado por este encontro”. O Bispo ainda usou o exemplo dos avós para dizer que sucesso na vida é dar testemunho de fé, ter valores, ter a luz de Deus na existência.

Ainda foi dirigida uma palavra aos jovens presentes: “vocês estão aqui porque querem um sentido para a vida. Para vocês o mais importante é a autenticidade. O cristão jovem não aceita mais doutrinas, mas quer autenticidade: que a vida seja serviço e ministério”.

Por fim recordou que neste dia é comemorado o dia do Papa, mencionou a autenticidade do Papa Francisco, a profundidade de Bento XVI e a fortaleza de João Paulo II, pedindo orações pelo sucessor de Pedro e por toda a Igreja.

A celebração prosseguiu com toda beleza de uma solenidade. Após a comunhão, Frei Paulo Moura dirigiu algumas palavras de agradecimento ao Bispo, a Frei César Külkamp que pregou nos três dias do tríduo, às autoridades religiosas e civis, aos Festeiros e colaboradores da festa, e um particular agradecimento à Dona Lídia Nagel que há muitos anos se dedica intensamente pela Festa de São Pedro.

Outra vez foi lembrado o dia do papa quando um casal trouxe ao altar, ao som da Marcha Pontifícia, o retrato do papa Francisco e a bandeira do Estado do Vaticano. Também foi homenageado os 300 anos da aparição de Nossa Senhora de Aparecida, quando uma jovem trouxe ao altar a imagem da santa ao som da Ave Maria de Gounod, cantado por uma integrante do coral Santa Cecília.

Dom Rafael concluiu a solenidade com a benção episcopal e saiu em procissão junto com os coroinhas e ministros até a frente da Igreja, onde o Grupo Musical São Pedro os aguardavam. Em seguida desceram em marcha até o pátio onde estava acontecendo os Festejos Populares, ali o cortejo foi recebido com aplausos.

Então o povo pode se aproximar e cumprimentar o Bispo diocesano, que fez questão de visitar cada barraca e abençoar todos os colaboradores que estavam trabalhando em meio à festa. Inclusive ficou para o almoço, onde churrasqueou junto com os populares, era o pastor no meio do seu rebanho.

A Festa foi um sucesso. A comunidade pode se encontrar, celebrar junta o seu padroeiro, confraternizar em família. A 167ª Festa de São Pedro Apóstolo foi intensa e ficou marcada no coração da comunidade, que considera a festa um verdadeiro patrimônio para a Igreja e para a cidade de Gaspar.