Que nossos lares sejam sólidos

A 30 de dezembro de 2012  comemoramos a festa da Sagrada Família, da Família de Nazaré.  Que todas as famílias possam se encontrar na oração que ora publicamos.

 

Senhor  Deus, grande e belo,

Altíssimo e bom Senhor, fonte de toda a vida,

aqui estamos diante de  teu olhar meigo,

perscrutador e misericordioso.

 

Neste momento de nossas vidas

queremos colocar  diante de teus olhos

e depositar  no fundo de teu coração

nossas famílias e as famílias do mundo inteiro.

 

Pousa o teu olhar sobre nossas mesas de refeições:

que a família  tenha o pão de todos os dias e a

abundância das coisas necessárias.

Livra-as do consumismo empobrecedor,

do espírito de competição  sem medida

e do culto das aparências e do poder.

Que seus membros se alimentem

de atenções mútuas e  de carinhos que não podem ser adiados.

 

Dá aos esposos a graça da fidelidade e da ajuda mútua:

que se respeitem e se estimem,

que cresçam juntos humana e espiritualmente

sempre diante de teu olhar.

 

Olha pelos filhos pequenos e grandes,

pelos que são dóceis de coração

e  pelos que se mostram revoltados.

Que sejam iluminados na escolha de seus amores,

na opção profissional e em todas as encruzilhadas de suas vidas.

 

Dá,  Senhor, aos nossos filhos o gosto pelo Evangelho,

o ideal da solidariedade,

a preocupação de se dobrarem sobre os mais abandonados

e a serem companheiros simples e bons

de todos os que passarem por seus caminhos.

Que sejam  pessoas úteis  e que enfeitem

a terra com sua simples presença.

 

Olha, Senhor, os meninos de rua,

as crianças sem pai e sem mãe,

as esposas abandonadas,

as mães e pais solteiros,

os maridos machucados.

 

Acompanha o sono das crianças,

o descanso dos idosos

e alivia o sofrimento dos doentes.

 

Senhor, nós te damos graças  por nossas famílias

e pedimos a coragem de sempre lutar pela construções de lares sólidos.

Amém.

Frei Almir Ribeiro Guimarães

 

Tags: