Paróquia São Pedro Apóstolo - Gaspar, SC

Notícias › 28/06/2015

O ‘diamante’ que Frei Evaristo deu aos catequizandos

alto4

Moacir Beggo

 Gaspar (SC) – Já é tradição na Festa de São Pedro Apóstolo a Missa da Catequese, celebrada sempre no sábado, véspera da solenidade de São Pedro e São Paulo. E neste sábado, 27 de junho, não foi diferente com Frei Evaristo Spengler, que presidiu a celebração das crianças e catequistas da Paróquia.

A Igreja Matriz ficou lotada mais uma vez e as crianças fizeram uma das mais belas celebrações em homenagem ao Padroeiro, surpreendendo o celebrante, que confessou estar encantado de ver pais, mães e crianças juntos.

Frei Evaristo, muito à vontade no meio dos pequenos, com simpatia conduziu a homilia dando uma verdadeira catequese. Explicou o que significava “apóstolo” e insistiu para que as crianças repetissem bem alto o lema da festa: “Ai de mim se eu não evangelizar”.

“Será que no tempo de Pedro havia boas condições de se viver esse Evangelho?”, perguntou, contando que Pedro sofreu uma grande perseguição por ser líder dos apóstolos e acabou preso, mas no meio das dificuldades, ele se agarrou a Deus e, através do anjo, Deus o libertou.

alto2

“Então, muitos pensam que é difícil seguir Jesus Cristo. Mas o que é necessário fazer para seguir Jesus Cristo?”, perguntou. “É necessário aprender bem para ter uma fé firme e forte. Será que alguém que segue Jesus não quer continuadamente falar com ele? Será que nós desde cedo não aprendemos a rezar, a falar com Jesus? Quantos não preferem ficar na cama aos domingos do que ir à Missa.  Vocês vêm à Missa domingo ou ficam em casa dormindo? Como fica a Bíblia de vocês? Serve de decoração na estande, cheia de pó, ou está tão usada que nem dá para carregar?”, questionou.

“Para ser cristão é preciso ter esse contato mais próximo com Jesus, conhecendo a sua vida, saber o que ele ensinou aos seus discípulos. Ler o Evangelho e procurar colocá-lo em prática. Às vezes pequenas coisas nós achamos difíceis”, ensinou.

meio

Frei Evaristo contou uma bela história para as crianças. “Eu trabalhei em Angola e lá as pessoas gostavam muito de contar histórias. Havia um homem muito simples que todos os dias saía de sua casa para o trabalho caminhando a pé. Um dia escutou uma voz que dizia: ‘Abaixe-se, pegue as pedras do caminho e as coloque no seu bolso’. O homem ficou intrigado, olhou dos lados, para frente, para trás e para cima e não viu ninguém. Achou que era imaginação da sua cabeça. Em seguida, essa mesma voz voltou a lhe dizer: ‘Abaixe-se, pegue as pedras do caminho e as coloque no seu bolso”.  E o homem novamente, intrigado, olhou para os lados, para cima, e não viu ninguém. Pensou: ‘É imaginação minha’. Mais uma vez, ele ouviu a voz que disse: ‘Abaixe-se, pegue as pedras do caminho e as coloque no seu bolso’. E o homem disse consigo mesmo que iria abaixar, mas pegaria as pedras menores para não ser incomodado mais por essa voz. Pegou três pedrinhas e, quando estava chegando no seu destino, novamente escutou a voz que lhe dizia: ‘Pegue as pedras que estão no seu bolso e coloque-as na sua mão’. E o homem tirou as pedrinhas do seu bolso e viu que elas haviam se transformado em diamantes. Esse homem ficou ao mesmo tempo alegre e triste. Alegre porque a pedra havia se transformado em um diamante, e triste porque deixou muitas pedras grandes no caminho…”.

“Muitas vezes, aquilo que no momento presente nós pensamos que é uma pedra atrapalhando nosso caminho, quando olhamos para trás vemos que transformou a nossa vida numa coisa muito bonita. Quem leva a sério a vida cristã, a vida em família, a vida na Igreja, vai colher grandes frutos ao longo de sua vida. Quais são esses frutos a partir de nossa fé? Se nós vivenciarmos nossa fé, vamos ter uma família unida pela fé em Jesus Cristo. Uma família que se quer bem. Ao contrário de famílias que não se suportam. Então, aprender do Evangelho o que Jesus quer para a nossa vida, vai certamente produzir muitos bons frutos na nossa vida: o perdão, harmonia, paz, ajudar os outros. Quanta felicidade nós teremos se ajudarmos o outro”, ensinou.

alto3

E concluiu: “Hoje, São Pedro está dizendo que o caminho para seguir Jesus Cristo não é difícil mas tem que ter perseverança. Na igreja, na família, na catequese, também na vida pessoal, como na escola. Quem estuda, vai colher bons frutos na vida. Vai ter um bom emprego e um futuro pela frente. Então hoje, Jesus está pedindo coisas que são boas, coisas que não valorizamos no presente, mas que vão dar muitos frutos no futuro. Eu peço hoje que Deus, por intercessão de São Pedro, venha aos corações dos catequizandos, dos catequistas, para renovar a fé, dar mais luz, ânimo, para que sejamos fiéis seguidores de Jesus como foi Pedro e que possamos anunciar com alegria esse Evangelho, essa Boa Nova ao mundo”.

VEJA IMAGENS DA MISSA E DA PROCISSÃO COM AS CRIANÇAS

X