Paróquia São Pedro Apóstolo - Gaspar, SC

Artigos e reflexões › 03/03/2020

Jesus não quer um altar de ouro; Ele quer o seu coração como altar

Muitas vezes, a vida parece nos roubar o que de mais valioso nós temos. Há dias em que o nosso coração não corresponde a absolutamente nada daquilo que gostaríamos de ser. Há dias em que o nosso coração parece estar arruinado. Não temos mais sonhos, alegria, esperança… e a fé em Deus se vai.

É justamente nestes momentos, em que o nosso coração está em ruínas, que pensamos que não temos absolutamente nada de bom para oferecer a Jesus Cristo, que Jesus Cristo vem e se faz mais presente do que nunca.

Jesus Cristo se faz presente principalmente em nossas fragilidades e em tudo aquilo que não damos conta sozinhos. Jesus não veio pelos já salvos e por aqueles que dizem ter um coração bondoso. Jesus Cristo veio e morreu de forma dolorosa nesta terra por mim e por você, pecadores e pouco merecedores de sua infinita misericórdia.

Eu já passei pela experiência de ter o meu coração em ruínas, e foi justamente neste momento que percebi a verdadeira presença de Jesus Cristo em minha vida. Quando eu me dei conta de ter perdido para o vício alguém que eu amava demais – vício este que roubou toda a essência de quem eu amava há muito tempo – Jesus Cristo se fez presente em meio a minha tristeza e aos meus questionamentos, e me ensinou que eu jamais poderia salvá-lo. Jesus Cristo me ensinou que a minha única e mais poderosa arma seria a presença do próprio Jesus Cristo em meio à ruína do meu coração e a minha oração feita em meio a dor.

Jesus Cristo foi o único que esteve presente em meu maior deserto e em meio a maior ruína que meu coração já enfrentou. Ele me mostrou na prática que ao achar que eu não conseguiria mais suportar qualquer dor – qualquer dor, quando passada com Jesus Cristo, se tornaria suportável e uma valiosa e verdadeira lição que traria muitos frutos bons para sua própria honra e glória. Aprendi que, algumas vezes na vida, terei de ter o meu coração partido para que outra pessoa conheça a Jesus Cristo através de mim e através do meu testemunho vivo – onde Jesus permitiu a ferida e também me curou.

Jesus Cristo está em tudo aquilo que desprezamos em nós mesmos e em nossa pequenez. Jesus é simples e, por ser simples, deseja que, apesar de toda a ruína em nossos corações, possamos fazer do nosso coração – do nosso jeito – um altar de santidade e de luz para o mundo, para que possamos dizer a Jesus Cristo todos os dias: “Vem e arde em mim, eu sou o Teu altar. Faz o meu coração incendiar!”

Jesus Cristo, não quer um altar de ouro. Jesus Cristo, quer o seu coração, como altar.

*De Aleteia.

**Foto: Martin Jernberg / Unsplash

X